domingo, 31 de julho de 2011

Amor... será?


A vida às vezes tão duvidosa,
Faz com que as pessoas desistam de amar.
Será que o amor é uma força que não conseguimos sozinhos?
Será que realmente precisamos de alguém para se apoiar?
Amor ou insegurança? Será que sabemos diferenciar o que sentimos?
É! Parece que conforme a vida passa, as dúvidas aumentam e as incertezas tomam conta...

Amor... será?
Amor de minha alma que caiu,
Pelo chão ficou e nem ligou;
Ali, onde pareceu certo fez o incerto;
Chegou, ficou e quase partiu;
Como labaredas fez queimar;
Como frio que é, também fez gelar;
Com um mundo cheio, fez parecer tão pouco;
Antes cheio de amor,
Hoje só tem temor;
Humor e frases um dia existiram;
Uma palavra já não escuto mais,
Pois o silencio você criou,
E o desejo antes demonstrado,
Como seu amor um dia intenso,
Mas como a morte, morreu e não voltou.
Por Lucas Viana

domingo, 3 de julho de 2011

Amizade


Força sem ponderações ,
que alcançamos no verdadeiro sentimento.

Afago que temos ou doamos ,
sem cobrar e ser cobrado.

Relação que não se confunde,
pois não há finalidade determinada.

Contexto a ser explorado com respeito e cuidado,
e que não seja interpretado erroneamente.

Valor que não se mede,
e um amor que não se cobra.

Por: Lucas Viana